Carregando...
JusBrasil - Notícias
23 de julho de 2014

Proposta de legalização da maconha é criticada por Conceição Sampaio

Publicado por Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (extraído pelo JusBrasil) - 6 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

A legalização da maconha, que vem sendo proposta pelo deputado federal Paulo Pimenta (PR/RS), foi criticada hoje (4) da tribuna pela deputada Conceição Sampaio (PP), que vê essa iniciativa com muita preocupação. “É algo que assusta a Conceição Sampaio”, disse ela, ao assegurar que por conhecer o drama de muitas famílias que enfrentam problemas do envolvimento de seus filhos com as drogas, sabe o mal que elas estão fazendo a muitos lares. “São lágrimas e lágrimas derramadas por muitas mães porque os filhos estão envolvidos com drogas. Portanto não sei se choro ou se acho isso tudo uma palhaçada”, indignou-se a parlamentar. Segundo ela, já é uma grande luta acabar com as drogas lícitas, como o álcool, que apesar de licito, destrói. Por isso, pediu ao deputado Wallace Souza (PP), presidente da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente da Casa, que fomente uma discussão na Assembléia. “O assunto assusta a todos nós e diversas famílias que choram por seus filhos destruídos pelas drogas”, afirmou. Wallace, que afirmou que perdeu o irmão mais novo por causa da dependência química, disse que fica triste ao lembrar que há três anos apresentou projeto de lei, aprovado pelo governador do Estado, que permite que a área de saúde trate da dependência química na rede básica de saúde. Só que o projeto nunca foi regulamentado. O parlamentar disse que acatava o pedido da deputada Conceição Sampaio para discutir, em audiência pública, a questão da dependência química. “Queremos saber por que muitos não conseguem se recuperar, tendo recaída na maioria das vezes”, disse. Para Conceição Sampaio, propostas como a do deputado Paulo Pimenta mostram que o Brasil tem duas caras: uma que valoriza o ser humano e a outra que acha que o problema não dá para ser resolvido e quer logo a legalização da droga. “Ora, existem milhares e milhares de famílias destruídas. A decisão é do Brasil, mas o Amazonas é Brasil e deve ser ouvido”, disse a deputada, acreditando que hoje não se acaba com o problema da droga porque é um grande negócio para muitos. Para o deputado Carlos Alberto (PMN) infelizmente não é a primeira vez que ouve falar que alguém quer legalizar a maconha. “Como podemos legalizar algo que só traz destruição. É inaceitável querer a legalização da maconha”, disse ele, que também apresentou projeto para criação de um centro de recuperação do dependente químico, mas não foi aprovado. O deputado Luiz Castro (PPS), por sua vez, vê a questão com maior profundidade, defendendo que o combate às drogas deve estar atrelado a uma “política de saúde, educação e prevenção”. “Precisamos de mudanças no Conselho Estadual de Entorpecentes que hoje tem apenas a função de repressão. Precisamos trabalhar prevenção, recuperação e repressão juntas”, afirmou.

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×
Disponível em: http://al-am.jusbrasil.com.br/noticias/272000/proposta-de-legalizacao-da-maconha-e-criticada-por-conceicao-sampaio