jusbrasil.com.br
22 de Julho de 2017
    Adicione tópicos

    Presidente da Aleam, Abdala Fraxe, dá posse ao suplente Mário Bastos

    Dez dias após a posse do presidente David Almeida (PSD) como governador interino do Amazonas, o presidente interino da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Abdala Fraxe (PTN) deu posse nesta sexta-feira (19) ao suplente Mário Bastos (PSD), eleito pela coligação PROS, PSD, PSDB, PSC. Numa cerimônia rápida na presidência da Casa, o novo deputado fez o juramento constitucional e assinou o termo de posse, prometendo cumprir o mandato interino ouvindo e atuando em defesa do povo.

    Antes da posse, o presidente Abdala Fraxe esclareceu que existia uma dúvida quanto à convocação do suplente do deputado David Almeida, diante de um questionamento da Procuradoria da Casa, a qual foi resolvida por meio de liminar ao TRE, que autorizou a posse. “Era o que nós precisávamos: uma informação técnica e oficial do Poder Judiciário, para que não houvesse nenhum problema na posse do deputado Mário Bastos”, disse.

    De acordo com o deputado Abdala Fraxe, essa vai ser a sua forma de gerir a Casa: “Com tranquilidade, parcimônia, analisando todos os fatos, nunca tomando medidas de arroubo, para que a gente não passe o vexame de um dia dizer uma coisa e 24 horas depois ter que desdizer”. Diante da decisão do TER, a posse de Mário Bastos se tornou um evento sem questionamentos presentes ou futuros, segundo Fraxe.

    Mário Bastos disse que, como novo deputado, quer contribuir, e seu maior projeto é ouvir o povo e colher subsídios para a atuação parlamentar. “Os parlamentares não podem deixar de ouvir o povo e esse é meu maior projeto”, disse Bastos, exemplificando que quando era vereador de Manaus criou o Gabinete do Povo, onde ele e sua equipe percorriam as comunidades para ver os projetos e fazer fluir sua execução junto ao Executivo.

    Mário Bastos disse que não tem preocupação quanto ao tempo de sua permanência no Legislativo, porque a preocupação maior é que a Casa não fique sem um deputado. “Quanto à questão do tempo, na hora em que o titular voltar eu saio, sem nenhum problema”, acrescentou. Lembrando que já foi ouvidor-geral do Estado, Mário Bastos disse que agora na Assembleia será todo ouvidos para o povo. “Nós temos de ter essa sensibilidade de ouvir as pessoas. Nesse momento a população tem de ser ouvida.”

    O novo deputado falou ainda a respeito da eleição estadual para o mandato tampão de governador, afirmando que nesse momento, para que não houvesse gastos, seria bom que a eleição fosse indireta, mas quem vai decidir isso é a Justiça. “Se a Justiça decidir que vai ser indireta será bom, porque não teremos gastos, mas se decidir que será mesmo direta nós temos de cumprir essa decisão”, argumentou.

    O presidente Abdala Fraxe disse que, segundo a informação passada pelo TRE, o deputado David Almeida deve ficar no governo interino pelo menos até o mês de outubro e durante esse período o deputado Mário Bastos ficará no exercício do mandato na Assembleia Legislativa.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)